Por que você tem que conhecer a Espinheira Santa?! | Veja os Benefícios

1
3138
views
É muito usada em casos de gastrite.

Muito usada na medicina popular, a Espinheira-Santa que já era utilizada pelos índios há muito tempo, tem esse nome devido suas folhas, possuírem pontas lembrando espinhos e por ser considerada um santo remédio.

A Espinheira-santa, também conhecida por Maytenus ilicifolia, é uma planta que nasce geralmente em países e regiões de clima ameno, como o sul do Brasil.

  • Leia Também

RECEITA VEGANA: Espaguete de Abobrinha

10 Combinações de Chás para Emagrecer

Panqueca Funcional de Banana

A Espinheira-Santa também é chamada por outros nomes: cancorosa, cancerosa, cancorosa-de-sete-espinhos, coromilho-do-campo, erva-cancerosa, cangorça, espinho-de-Deus, limãozinho, espinheira-divina, marteno, pau-josé, maiteno, salva-vidas e sombra-de-touro

Essa planta é muito usada em casos de gastrite, dores de estômago, úlcera gástrica e azia, pois os componentes presentes nesta planta têm uma forte ação antioxidante e protetora celular e, além disso, reduzem a acidez gástrica, protegendo assim a mucosa do estômago. Combate também a H. Pylori e aos refluxos gástricos.

 

Trata e previne: Sistema Gastrointestinal

  • Má digestão;
  • Azia e acidez estomacal;
  • Refluxo;
  • Gastrites, inclusive as causadas por Helicobacter Pylori;
  • Úlceras gástricas e duodenais;
  • Perturbações do trato gastrointestinal;
  • Enterites (inflamações do intestino);
  • Flatulência;
  • Mau hálito causado por distúrbios estomacais.

 

Além de beneficiar o trato gastrointestinal, a Espinheira-santa possui propriedades diuréticas, laxativas, depurativas do sangue, anti-infecciosas, e pode ser usada em casos de acne, eczema e cicatrizes.

Outros benefícios e efeitos da espinheira santa incluem:

  • Anticonceptivo;
  • Antisséptico;
  • Antiespasmódico;
  • Diurético;
  • Antiasmático;
  • Antitumoral;
  • Laxativo;
  • Combate enfermidades do fígado;

Esta planta é também usada como remédio caseiro em casos de câncer devido as suas propriedades analgésicas e antitumorais. Estudos demonstraram a atividade de substâncias presentes na espinheira santa contra células cancerosas, e tumores em concentrações bastante baixas.

A parte da planta mais utilizada são as folhas, que são ricas em taninos, polifenóis e triterpenos, com várias propriedades terapêuticas.

Como preparar o chá de Espinheira Santa?

1 colher (de chá) de folhas secas de espinheira-santa

1 xícara de água fervente

Preparo: Adicionar as folhas de espinheira santa à água fervente, tampar e deixar repousar por cerca de 10 minutos. Coar e tomar morno. As doses recomendadas de chá de espinheira santa são de até três xícaras ao dia, tomar uma xícara em jejum e as demais 30 minutos antes do almoço e jantar.

Contraindicações

A Espinheira-santa não deve ser utilizadas por pessoas com histórico de alergia a esta planta. Não deve ser utilizada durante a gravidez, devido ao seu efeito abortivo, e mulheres que estão amamentando, pois pode provocar redução da quantidade de leite materno. Contraindicada em crianças abaixo dos 12 anos.

Isabela Matos, Nutricionista e Especialista em Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia. Acredita que a alimentação ideal não é medida por calorias, e sim por nutrientes, comer bem pode e deve ser um prazer!
Compartilhe

1 COMMENT

Deixe uma resposta