9 Benefícios do Óleo de Coco na Estética + Bônus

1
919
views
Óleo de coco para as suas receitas

Os benefícios cosméticos do óleo de coco fazem o produto ser cada vez mais utilizado para fins estéticos.

O óleo de coco é fonte, ácido caprílico, ácido láurico e vitamina E, além de fazer bem à saúde, ele é o produto de beleza perfeito, porque é orgânico, super hidratante e pode ser usado de várias formas.

O óleo de coco extra virgem é importante aliado para a sua pele, cabelo e até para as unhas.

  • Leia Também

Alimentação na Ansiedade

Salgado Proteico, para Lanche Pré ou Pós Treino

Leites Vegetais: 5 Receitas para Incluir no seu Cardápio

01 Anti-idade

Evitar e tratar as rugas use um pouco de óleo de coco nas olheiras e linhas finas. Os antioxidantes são ótimos para suavizar rugas enquanto você dorme.

02 Hidratante para cutículas

Está com as suas cutículas secas e rachadas? Passe um pouco de óleo de coco todos os dias nas suas cutículas, verá resultados positivos por mais tempo.

03 Demaquilante

Aplique-o diretamente em seu rosto com um algodão. Você vai ver a maquiagem ir embora rapidinho.

04 Condicionador para os cabelos

Também pode ser usado como um tratamento para os cabelos secos e danificados. Basta acrescentar o óleo de coco quente nos fios para uma umectação.

05 Leave in

Para hidratar o cabelo seco, utilize o óleo de coco como um leave in, é só aplicar uma pequena quantidade nos fios para diminuir o frizz.

  • Leia Também

Alimentação na Ansiedade

Salgado Proteico, para Lanche Pré ou Pós Treino

Leites Vegetais: 5 Receitas para Incluir no seu Cardápio

06 Combate estrias

As mulheres grávidas devem manter um frasco de óleo de coco por perto para ajudar a evitar as estrias. Hidratar a pele com óleo de coco pelo menos 3 vezes por semana.

07 Lip Balm

Ideal para lábios rachados especialmente porque ele é semi sólido quando está em temperatura ambiente. Basta passar um pouquinho nos lábios para mantê-los hidratados.

08 Clareamento dental

Clareamento caseiro com óleo de coco, basta misturar um pouco de bicarbonato de sódio com óleo de coco e escovar os dentes.

09 Creme para depilação

Utilize este bálsamo como base para obter uma depilação mais rente e deixar a pele hidratada.

 

Bônus – Óleo de coco para a pele| Como usar

O que a ciência diz?

Karin Michels, que é epidemiologista da escola de saúde pública de Harvard, revelou seu desprezo pela moda da incorporação do óleo de coco em qualquer ocasião e ainda disse que a substância é “uma das piores coisas que se pode comer’.

Michels teceu seus comentários polêmicos em uma palestra intitulada “Oléo de coco e outros erros nutricionais” realizada na Universidade de Freiburg, instituição em que é diretora do Instituto de Prevenção e Epidemiologia de Tumores. Seu discurso foi proferido em alemão e está disponível no YouTube.

De acordo com a professora, a alta proporção de gordura saturada no óleo de coco é capaz de aumentar os níveis de colesterol LDL, consequentemente, os ricos de doenças cardiovasculares. Ela afirma que o óleo contém mais de 80% de gordura saturadas, o dobro da quantidade encontrada em banha de porco e 60% vezes mais do que se tem em um prato de gordura animal frita.

Em 2017, a Associação Americana do Coração revisou as evidências do óleo de coco e de outros alimentos em pesquisa. Enquanto três quartos dos profissionais do Serviço de Saúde Pública dos EUA consideravam o alimento como uma opção saudável, somente 37% dos nutricionistas concordavam com a afirmação.

Na ocasião, os autores do trabalho atribuíram o abismo dos números devido às informações veiculadas na imprensa popular e alegaram que ele não é tão bom quanto parece.

“Por aumentar o colesterol LDL, uma das razões para doenças cardiovasculares, e não se conhecer nenhum efeito compensatório favorável, desaconselhamos o uso do óleo de coco”, escreveram os pesquisadores da Associação.

Além do órgão norte-americano, outras organizações também publicaram avisos similares, tal como a Fundação Britânica de Nutrição, que afirma:

“O óleo de coco pode ser incluído na dieta, porém, devido seu elevado nível de gordura saturada ele só pode ser adicionado em pequenas quantidades e como parte integrante de uma dieta balanceada.

Não há evidências científicas fortes o suficiente até então que sustentem os benefícios positivos de se ingerir o óleo de coco.”

Apesar das recomendações das instituições de saúde, promoções em lojas de alimentos saudáveis e até recomendação de figuras públicas ajudaram as vendas do óleo de coco no Reino Unido irem de 1 milhão de libras esterlinas para 16,4 milhões (o equivalente a R$ 86,2 milhões) nos últimos quatro anos, segundo informa o grupo de pesquisas de mercado Kantar.

Nos Estados Unidos, as vendas do alimento tiveram seu auge em 2015, chegando a US$ 229 milhões de faturamento, como alega a instituição de pesquisas de mercado Spins.

Isabela Matos, Nutricionista e Especialista em Nutrição Clínica Funcional e Fitoterapia. Acredita que a alimentação ideal não é medida por calorias, e sim por nutrientes, comer bem pode e deve ser um prazer!
Compartilhe
Loading Facebook Comments ...

1 COMMENT

Deixe uma resposta