⇒ Conheça 9 Bons Alimentos para Quem tem Problemas nos Rins

0
39879
views
Saiba cuidar dos seus rins.

Um dos órgãos mais importantes do nosso corpo  são os rins, ele estão localizados na região posterior do abdómen, atrás do peritónio, motivo pelo qual são chamados de órgãos retroperitoneais.

Existe um rim em cada lado da coluna; o direito encontra-se logo abaixo do fígado e o esquerdo abaixo do baço.

Os rins são duas glândulas da cor vermelha escura colocadas simetricamente ao lado da coluna vertebral, na região lombar. Medem 10cm de largura e pesam cerca de 150gr cada um.

  • Leia Também

7 Receitas Caseiras Incríveis de Hambúrgueres Fit

Azeite | Conheça a história, benefícios e suas variações

Alfarroba | Saiba mais Sobre o Fruto que Substitui o Chocolate

Tendo essas informações sobre os rins é de suma importância saber os muitos fatores podem fazer ele adoecer. O mau cuidado com esse órgão vital pode trazer consequências, e começamos a ter certas doenças renais que, inclusive, podem se converter em algo grave.

Por isso, é muito importante ter hábitos saudáveis para manter uma boa saúde dos órgãos e assim garantir que suas funções sucedam sem nenhum problema.

Conheça mais sobre os problemas que mais afetam os rins

  •     Pedra nos rins: consiste no acúmulo de pequenas pedras no interior do rim, que podem dificultar a passagem da urina até a bexiga;
  •     Cistos nos rins: são freqüentes com o avançar da idade, mas, quando são muito grandes, podem causar dor nos rins;
  •     Doença policística renal: leva ao surgimento de vários cistos no rim que podem dificultar o seu funcionamento;
  •     Hidronefrose: surge quando a urina não consegue passar até à bexiga se acumulando no interior do rim;
  •     Insuficiência renal: surge devido a lesões progressivas nos rins que vão impedindo o seu funcionamento.

Além disso, pessoas com doenças crônicas descontroladas, como pressão alta ou diabetes, também podem desenvolver uma doença renal crônica que vai provocando pequenas lesões nos rins ao longo do tempo, podendo terminar numa insuficiência renal. Veja quais os sinais de insuficiência renal e como é feito o tratamento.

Já o câncer nos rins também é bastante frequente, principalmente em homens com mais de 60 anos, e pode se manifestar com sintomas como presença de sangue na urina, cansaço frequente e febre constante, por exemplo. Veja uma lista mais completa dos sinais de câncer nos rins.

Como tratar os problemas no rim?

O tratamento para alterações no rim deve ser adaptado ao problema concreto que está afetando o órgão, porém, nos casos mais leves, como pedra nos rins ou cistos, os sintomas podem ser aliviados com simples alterações na dieta, como consumir mais água, evitar o consumo de sal e aumentar a ingestão de cálcio, por exemplo. Confira um cardápio para casos de pedra nos rins.

Já nos casos mais graves, como insuficiência renal ou doença renal crônica, o tratamento precisa ser sempre orientado por um nefrologista, já que pode ser necessário controlar a quantidade de água ingerida, tomar remédios específicos, realizar diálise e até fazer alguma cirurgia para tratar lesões no rim.

⇒ Repolho

Repolho melhora o funcionamento do rim e é mais comumente usado como um remédio natural para reparar e nutrir os rins. É um alimento essencial para quem sofre de problemas renais. Repolho é contem fitoquímicos que ajudam a quebrar os radicais livres antes que eles podem fazer danos.

Além disso, é rico em vitaminas B6, C e K, junto com ácido fólico e fibra. Com baixo teor de potássio, repolho é uma grande adição a uma dieta de diálise. Você pode desfrutar este vegetal cozido no vapor ou fervidos.

⇒ Frutas

Sendo excelentes fontes de manganês, vitamina C, fibras e ácido fólico, diferentes tipos de frutas como morangos, amoras, framboesas e mirtilos são boas para dor nos rins. O antioxidante, bem como propriedades anti-inflamatórias presentes nestas frutas ajudam a reduzir a inflamação e melhorar o funcionamento da bexiga.

Você pode escolher morangos frescos, congelados ou secos e comê-los crus ou adicioná-los ao seu cereal favorito ou suco para promover a saúde renal.

⇒ Peixes

Peixes contém ômega-3 ácidos graxos que reduzem a inflamação no corpo e, portanto, protegem os rins de várias doenças. Além disso, o peixe é uma boa fonte de proteína de alta qualidade. De acordo com um estudo de 2008 publicado no Jornal Americano de Doenças Renais, consumo de peixe ajuda a menores níveis anormais de proteína na urina, em pessoas que sofrem de diabéticos.

Os tipos de peixes que são melhores para os rins são o salmão, truta, cavala, arenque e atum. A Associação Americana de Diabetes e a Associação Americana do Coração recomendam duas a três porções de peixe por semana. Você deve comer peixe cozido no vapor, cozido ou assado em vez de peixe frito para reduzir problemas renais.

⇒ Ovos Brancos

Claras de ovos são recomendadas para pessoas com doença renal, devido ao seu baixo teor de fósforo e proteína de alta qualidade. Esta proteína contém um aminoácido essencial, que é necessário para os rins funcionar adequadamente. Ao mesmo tempo, quando a proteína de alta qualidade é metabolizada no corpo produz menos produto de resíduos.

Você pode usar claras de ovos para fazer omeletes ou sanduíches ou comer ovos cozidos sem a gema. Pessoas com problemas renais devem evitar comer gema de ovo. Ingestão de proteínas elevada, também, não é recomendado, pois pode causar carga extra sobre os rins.

⇒ Azeite

O azeite é bom para seu coração, bem como a localização dos rins. Este óleo é uma grande fonte de ácido oleico, anti-inflamatórios ácidos graxos que diminuem a oxidação e promovem a saúde renal. Além disso, é rico em polifenóis e antioxidantes, compostos que previnem a inflamação e oxidação.

Azeite extra virgem contêm maior quantidade de antioxidantes do que o azeite normal, use para obter a maioria dos benefícios de saúde. Você pode usar azeite para fazer molho de salada e em sua cozinha todos os dias. Também é bom para mergulhar o pão ou escabeche de peixe ou legumes.

⇒ Alho

O alho tem propriedades anticoagulantes que podem eficazmente reduzir as chances de doença renal, bem como a doença cardíaca e antioxidantes. Comer um a dois alhos cru diariamente com o estômago vazio pode muito reduzir os níveis de colesterol ruim e inflamação no corpo. Também protege os rins dos efeitos potencialmente prejudiciais de metais pesados.

Você pode usar alho fresco, em garrafa, picado ou em pó em seus pratos para adicionar aroma e sabor, bem como benefícios para a saúde.

⇒ Cebolas

As cebolas estão cheias de antioxidantes poderosos que ajudam a desintoxicar e purificar os rins, ajudando assim a evitar muitos tipos de problemas de saúde relacionados com o rim. Baixo teor de potássio, nas cebolas também contêm cromo, um mineral que ajuda o corpo a metabolizar gorduras, proteínas e carboidratos.

Eles também têm propriedades anti-inflamatórias. Cebolas podem ser apreciadas crus ou cozidas em uma variedade de pratos. Comer cebolas cruas pode ajudar a tratar pedras nos rins, naturalmente.

⇒ Pimentão Vermelho

Pimentão vermelho ajuda a quebrar os resíduos tóxicos no sangue e, portanto, contribuir para a saúde renal. Eles são baixos em potássio e ricos em vitaminas A, B6 e C, ácido fólico e fibra.

Quando sofrer de problemas renais, muitas vezes é aconselhável manter sua ingestão de potássio baixa porque os rins danificados não podem ser capazes de filtrar eficazmente potássio do seu sangue.

Este saboroso vegetal também contém licopeno, um antioxidante que protege contra certos tipos de cânceres. Você pode incluir pimentão cru vermelho em sua dieta, cozido, assado ou recheada.

⇒ Couve-Flor

Este vegetal crucífero é rico em vitamina C e contém uma boa quantidade de ácido fólico e fibra. Tem também compostos como indóis, glucosinolatos e tiocianatos que ajudam o fígado a neutralizar substâncias tóxicas que podem danificar as membranas celulares e DNA. Quando consumidos regularmente, a couve-flor pode reduzir a inflamação, e os níveis de colesterol devido a suas propriedades antioxidante e anticoagulante.

Couve-flor pode ser comida crua, cozida ou em saladas. Você também pode tentar no vapor, frito, assado ou em diferentes pratos. No entanto, ricas em purinas que levam ao acúmulo de ácido úrico, a couve-flor pode não ser adequada para aqueles que sofrem de gota e pedras nos rins.

⇒ Maçãs

As maçãs são boas para a desintoxicação e limpeza dos rins, pois são ricos em fibras e propriedades anti-inflamatórias. Também, maçãs, ajudam a prevenir infecções do trato urinário e, portanto, podem ajudar a reduzir o risco de pedras nos rins.

Ao mesmo tempo, as maçãs são ótimas para reduzir o colesterol, protegendo contra problemas cardíacos, diminuindo o risco de cancro e ajudando a prevenir a constipação. Coma uma maçã por dia para manter os rins funcionando corretamente. Você pode desfrutar desta fruta crocante e suculenta crua, em sobremesas assadas ou como molho de maçã ou suco.

De acordo com um estudo publicado no Jornal de Nefrologia da sociedade americana, uma saudável dieta composta de frutas, legumes, nozes, laticínios de baixo teor de gordura, grãos integrais e pobre em sal, carne vermelha, carne processada e bebidas adoçadas podem ajudar a prevenir pedras nos rins.

Se você está preocupado com a saúde de seus rins, não se esqueça de incluir estes alimentos na sua dieta para promover a saúde renal.

Se estiver sofrendo de qualquer problema renal, no entanto, certifique-se de consultar o seu médico ou nutricionista para determinar sua dieta adequada para a sua função geral e saúde nos rins.

  • Leia Também

7 Receitas Caseiras Incríveis de Hambúrgueres Fit

Azeite | Conheça a história, benefícios e suas variações

Alfarroba | Saiba mais Sobre o Fruto que Substitui o Chocolate

Chá de folhas de abacate?!

O chá de folhas de abacate regula as funções intestinais e estimula o organismo a liberar energia, elevando o nível energético. Durante a Tensão pré-menstrual, a temida TPM, o chá também é um aliado, diminuindo as dores das cólicas e evitando significativamente as alterações de humor.

Como fazer o remédio natural

O chá de folhas de abacate garante que você irá ingerir boa parte dos benefícios que ela traz para o organismo de maneira rápida e eficaz. Para fazer o chá não há segredo:

  1. Em uma panela, de ferro ou vidro, coloque um litro de água, dez folhas de abacate e leve ao fogo.
  2. Deixe a mistura ferver por cerca de três minutos e desligue o fogo.
  3. Tampe a panela e mantenha o chá em repouso por 10 minutos.
  4. Coe e beba, podendo ser adoçado com açúcar mascavo ou mel.

O chá, que não deve ser guardado na geladeira por mais de 24 horas, deve ser consumido de duas a três vezes ao dia.

Pra que servem as folhas do abacate?

A folha de abacate é composta por minerais como magnésio, manganês, ferro, zinco, potássio, cálcio e fósforo. Além disso, uma porção de 10 g de folhas de abacate apresenta 2,5 g de proteínas.

Confira abaixo resumidamente, 10 benefícios em consumir o chá feito das folhas do abacateiro:

  • Tem ação oxidante;
  • Auxilia no tratamento de convulsões;
  • Combate ulceras;
  • Trata infecções urinaria;
  • Ajuda a expelir o calculo renal;
  • Ajuda a desintoxicar o organismo;
  • Rico em vitaminas e minerais;
  • Ajuda a reduzir o colesterol;
  • Ajuda a equilibrar a pressão arterial;
  • Fortalece a imunidade e ajuda na memória.

Propriedades e benefícios adicionais

As principais propriedades medicinais do abacateiro são:

  • Adstringentes;
  • Afrodisíacas;
  • Antianêmica;
  • Antidiarreica;
  • Anti-inflamatória;
  • Antirreumática;
  • Antioxidante;
  • Cicatrizante;
  • Depurativa;
  • Digestiva;
  • Diurética;
  • Emoliente;
  • Estomáquica;
  • Rejuvenescedora;
  • Tônica capilar;
  • Vermífuga.

Geralmente, utiliza-se o abacateiro para tratamento de ferimentos, inflamações e aftas. No entanto, sua eficiência se estende para tratar anemia, amidalites, diarreia, dores de cabeça, gases, tuberculose, varizes, abscessos, problemas de fígado, hepatite, vermes, má digestão, ansiedade, estresse, hiperatividade e dispepsia.

Gostou das dicas? Comente que achou em baixo, compartilhe comigo suas opiniões!! Bjs

Deixe uma resposta